quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Dicas para escritor

Esse texto estava no blog da Livraria Cultura e resolvi compartilhar com vocês, pois achei as dicas de organização para escrever um livro super úteis. Quem quiser ler no original, clique aqui.
Como Planejar para escrever seu livro? Parte 1.
(por Christian Barbosa)
Recebi um monte de mensagens perguntando sobre como eu faço para escrever um livro, como me planejo e perguntas relacionadas. Esse post é um resumo da minha forma de me planejar, gerenciar meu tempo e escrever, o que não significa que é uma “best practice”, é apenas o jeito que encontrei e que talvez possa te ajudar.
Como foram dúvidas muito diferentes, vou dividir o post em 3 partes. A primeira é essa sobre planejamento. A segunda sobre o relacionamento com as Editoras e a parte final da escolha do tema, pesquisa e desdobramentos.
Passo 1 – Mapa Mental
A primeira coisa que faço quando recebo a encomenda de um livro ou quando estou pensando em escrever sobre um livro é o desdobramento do livro em um mapa mental. Antes do livro começar eu já sei o começo, meio e o fim. Isso guia meu raciocínio lógico.
Eu já comentei sobre mapas mentais aqui no blog, essa técnica é muito legal para ter as macro idéias.
O que não significa que não possam haver alterações! Claro que elas acontecem, mas nunca fugi muito do plano inicial.
No meu último livro – Mais Tempo Mais Dinheiro o processo foi exatamente esse. Em um sábado, em Santos, agendei a reunião de planejamento com o Cerbasi e fiz o mapa mental que vocês podem conferir. Essa é a versão ORIGINAL, durante o nosso brainstorm (desconsiderem eventuais erros de ortografia). Quem leu o livro e comparar vai ver que seguimos 85% desse roteiro. No começo o nome dos ciclos eram outros, quando começamos a escrever isso mudou e acrescentamos o ciclo da Frustração. Essa reunião demorou exatamente 4 horas, pois nas palestras que fazíamos em conjunto há mais de 5 anos, nas salas de aeroporto, nos almoços, já fazíamos um “brainstorm não estruturado” juntando as pecinhas de tempo e dinheiro, então facilitou o trabalho.
Se um capítulo encrespar de dificuldade, eu volto no mapa e faço mais detalhes macro do capítulo, o que ajuda o texto a fluir.

Passo 2 – Planejamento de Execução
Com o mapa mental na mão é o momento de começar a colocar o brainstorm de uma forma que eu execute ao longo do meu dia-a-dia. O que eu faço é ir no Neotriad, crio um Projeto ou uma Meta (depende do nível de desafio do livro) e defino as atividades (tarefas) da seguinte forma:
1 – Cada capítulo vira uma tarefa com duração de 30 minutos, mas com data de início na segunda e data de término no domingo de uma semana específica. Por que isso:
- Eu não sou aqueles caras que sentam e escrevem com facilidade, eu preciso estar disposto, com saco e motivado a escrever.
- Cada capítulo, em média eu gasto uma média de 4 horas para escrever (depois de pesquisa, brainstorm, etc). Mas EU não agüento escrever horas seguidas e também eu não uso meu horário comercial para escrever (escrevo a noite), por isso eu deixo essa tarefa no meu Neotriad que vai aparecer a semana toda sem atrasar. O dia que eu estiver com saco, eu sento e escrevo, o que em geral dá uns 30 minutos. Tem semana que todo dia eu escrevo 30 minutos, em outras, eu escrevo 1 hora na sexta, 1 hora no sábado e fecho no domingo. Isso me dá flexibilidade, não prejudica meu planejamento de horas e faz com que eu não atrase o capítulo.
Abaixo segue o planejamento do livro Estou em Reunião direto do Neotriad. Eu tenho um meta de livros para 2010, então eu faço o planejamento todo ali. Reparem que eu coloco a data que vou fazer a entrega final do texto para editora (em geral 1 mês de antecedência do prazo deles), crio também tarefas de revisão e pesquisa, que não fazem parte da tarefa de escrita.


Como eu escrevo?
Como já afirmei eu não sou um escritor de profissão, tenho de ser persistente para escrever, preciso estar realmente a fim de fazer. Eu não faço retiro espiritual, período sabático, etc. Eu escrevo em CASA, na minha sala de TV, após meu horário de trabalho, após as crianças irem para a cama.
Eu preciso de som/tv para escrever, logo sempre escrevo ouvindo música, DVD ou principalmente vendo NOVELA ou SÉRIE (sim eu vejo novela)! Quando estava a novela Caminho da Índias (que era muito legal) o livro Mais Tempo Mais DInheiro, fluiu que foi uma beleza.
Agora a novela Viver a Vida tá mais chata que jogo de futebol, então o livro também tá difícil de sair. Espero que a novela melhore ou vou atrasar o livro! ahahahah
Eu uso o Microsoft Word, com zoom de 120% em um template que já tem formatado os estilos de Texto, Título, Sub-título, Capítulo que me fazem ganhar tempo na diagramação. Uso fonte arial 11, com espaçamento de 1,5.
Passo 3 – Revisão / Releitura
Ai está o maior problema das pessoas que querem escrever seus livros: eles voltam demais no texto escrito. Mexem tanto na busca da perfeição que não conseguem evoluir. Eu odeio reler algo que escrevi, eu penso muito mais rápido do que escrevo e isso as vezes come umas palavras e o sentido não fica tão bom. Mas se eu ficar parando para revisar quebra meu ritmo.
O que faço é escrever tudo sequencialmente. Quando acabo o capítulo passo par alguém revisar. Quem faz esse papel é o Eric, revisor e pesquisador da Triad e principalmente (já fazendo uma linda homenagem) a minha esposa! Que pacientemente lê, crítica, muda e opina em todos os capítulos que escrevo. Eu mando o Word para ela que me devolve revisado e pronto. Nem vejo nada, a não ser quando tem alguma observação dela que preciso mudar alguma coisa.
Quando tem dado de pesquisa ou estatística, passa pelo Eric para revisar os números também.
Eu só vou reler o livro, depois que envio o texto original para a editora, eles fazem a revisão deles e me enviam para aprovação final.
Passo 4 – Estratégia de Lançamento / Marketing
Enquanto estou no processo de revisão eu também crio as atividades de marketing do livro, como site, vídeos, testes, parceria com imprensa, distribuição a clientes ou parceiros, seleção de blogs para envio de resenhas, etc. Tudo se transforma em um projeto de marketing que é compartilhado coma minha agência.
Independente do marketing da editora, a minha equipe faz todo o planejamento, revisão e sugerem algumas peças também.
Parcerias com livrarias, palestras e eventos em geral também são acordados nessa fase com a editora. O que eu faço é transformar tudo em tarefas de quando será feito e crio uma tarefa de follow-up para saber se foi realmente executado.
As imagens mostram o anúncio do livro em algumas revistas e a parceria com o Submarino, que saiu em um anúncio no Estado de São Paulo.
Nesse momento também já começamos a preparar uns 3-4 releases sobe o livro que a equipe da minha assessoria de imprensa começa a disparar.
No começo essa parte de imprensa era muito complicada, ninguém sabia quem eu era e ninguém me dava espaço. Mas sou extremamente persistente e hoje conseguimos emplacar sempre em cada lançamento umas 80-120 matérias sobre o livro na imprensa geral. Também seleciono alguns veículos para dar entrevistas ou conteúdo exclusivos. Sem esses parceiros não tem livro! Por melhor que seja. É importante respeitar a mídia, ser parceiro e ajudar. Nada de frescuras ou não me toques. Eu atendo todo mundo e trato igual, seja a Revista Veja ou a Zé da Esquina.
(veja nossas publicações na imprensa: www.triadps.com/imprensa)
É isso! Simples assim! Não tem mágica, simpatia ou ghost writer. Eu demorei 30 minutos pra escrever esse post, fiz porque estava afim e porque gostei da sugestão dos leitores. Eu só escrevo coisas que acredito, que pratico e que acho que podem ajudar alguém. Ache um propósito, descubra um por que e você vai ver seu livro sair!

3 comentários:

karla siqueira disse...

adorei o post.Bem explicativo e de maneira prática e fácil.
bjs
karla

Duo Blog disse...

Muito bom!
Vou tentar aplicar essas dicas.
Quem sabe assim o meu livro sai do campo das idéias?!

Abraços!

suelen.18 disse...

DICA.....Livro A Ordem é Amém de John Chelh, eu li e achei um maximo vale a pena ler é ótimo!


sinopse:
Joseph Sulivam , um antigo corretor de imovéis , encontra na igreja a saída para seus problemas financeiros,e nessa nova trajetória , se torna pastor de mais uma igreja evangélica.Depara com situações que o levam a caminhos contrários da verdade , enganando os fiéis , e aumentando o seu patrimônio pessoal , mas DEUS tem planos para reverter essa situação.

ele esta no site:

www.seteseveneditora.com.br